ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

sexta-feira, abril 24, 2009

O meu testemunho sobre o 25 de Abril

Porque acho que ainda vale a pena falar de Abril, aqui vos deixo com um testemunho, na primeira pessoa, e de viva voz, que evoca algo que aconteceu há muito tempo mas que, para mim e para muitos, tem ( e há-de ter) ainda um grande significado.

Etiquetas: , ,

quinta-feira, abril 23, 2009

Afinal, em que ficamos?

As opiniões da medicina, estão, volta e meia, a mudar.
O que ontem era mau, pode passar hoje a ser bom.
Por exemplo: nascer em casa.
Quando eu vim ao mundo, a maioria dos partos era realizado em casa da mãe, com a assistência de uma parteira ou, quando muito, de uma "habilidosa". Principalmente nas aldeias, não havia outro método.
Depois, com a ampliação da rede de hospitais, os partos passaram a ser assistidos por médicos e enfermeiros habilitados.
E, então, nascer em casa passou a ser encarado como um sinal de subdesenvolvimento.
Pois agora, surge a notícia de mais um estudo (mais um) que conclui que um parto realizado em casa pode ser tão seguro como o acontecido num hospital.
No entanto, os obstetras do Reino Unido, já foram dizendo que este estudo não pode ser aplicado universalmente mas apenas a partos de baixo risco.
Apesar disso, parece que aquilo que era uma verdade quase indiscutível (parir, só na maternidade) já começa a ser posta em causa.
Afinal, em que ficamos?

Etiquetas: ,

quarta-feira, abril 22, 2009

Hoje, um post íntimo


Se não tivesses partido , farias hoje 87 anos.
Mas não estás cá e o vazio que deixaste não está nem nunca estará preenchido.
Os teus inesquecíveis olhos azuis, já não se abrem naquele sorriso luminoso com que sempre me brindavas, nesses dias 22 em que te abraçava longamente, e saudava a passagem de mais um aniversário.
Sabes, quando nos deixaste, trouxe uma haste da última roseira que plantaste no teu jardim? Aquela roseira que cobiçaste na florista e que te ofereci num pequeno vaso.
Naquele pedacito de terra onde cultivavas, com tanto carinho, as tuas "meninas". Com quem falavas diariamente, porque dizias que as plantas só crescerão saudáveis se conversarmos com elas.
Plantei essa haste aqui em frente, na minha casa.
Rosas vermelhas.
Assim quando a roseira floresce, imagino que as rosas que se abrem , são , ainda, os beijos que me trazes e que tanta falta hoje me fazem.
Vê que já tem um botão. Um destes dias vou recolher mais um beijo teu.
Se não tivesses partido, farias hoje, 87 anos.
A todos os amigos e amigas que me acompanharam neste post, hoje mais íntimo e melancólico, a minha gratidão pelas palavras solidárias.
É por isto (e muito mais) que é bom ter-vos comigo.

Etiquetas:

terça-feira, abril 21, 2009

SPAAAAAAMMMMMMMMMMMM!


Segundo um estudo da MacAfee (mais um estudo, estão a ver?), há 62 triliões de e-mails de spam que são enviados anualmente.
A energia necessária para criar, armazenar,exibir e filtrar estas irritantes mensagens, origina emissões de carbono equivalentes às que seriam produzidas por dois biliões de galões de gasolina.
Esta energia seria suficiente para os gastos normais de dois milhões de casas.
A notícia em que recolhi estes dados terminava com um conselho: não apague os spams .
Mas, eu cá por mim, confesso que, quase todos os dias esvazio a caixa do lixo que me tenta vender DVD´s, Viagra, Rolex, ou ensinar a perder 9 kg por mês, ou mesmo a viver...200 anos, ou mesmo a propor aventuras eróticas... Isto sem falar nas mensagens que não faço a mínima ideia o que dizem, pois vêm escritas em japonês, chinês ou sei lá o quê.
E o que é mais penoso, é que muitas destas mensagens me chegam, porque alguns dos meus amigos e amigas, não tomam aquela precaução mínima que é apagar os endereços do corpo das mensagens que reencaminham ou remeter as mesmas em cópia oculta (cco, bco,...). O caricato, é que já tenho recebido mensagens que trazem , no rodapé, um conjunto de conselhos onde se inclui este:

Usa "Cco" ou "Bcc" (cópia oculta) para enviares o teu correio electrónico e retira os endereços dos teus amigos antes de enviar.Dificulta a disseminação dos Vírus, Spans e Banners.

Mas, lá em cima, está uma longa lista de endereços que toda a gente que recebe a mensagem fica a conhecer...
Não há dúvida de que, em muitos casos, reenviam-se mails sem quase os ler. Também porque, cada vez mais, o carteiro toca à porta da nossa caixa de correio electrónico...
E aí, o material é tanto, que apenas se espreita...

Etiquetas: , ,

segunda-feira, abril 20, 2009

A dignidade

Na semana passada soube-se que a Assembleia da República gastou quase um milhão de euros na renovação da frota automóvel para o Presidente actual e para o anterior(?...?), bem como para os Vice-Presidentes e Secretária.
Começo por dizer que compreendo que chega sempre uma altura em que manter veículos com muitos anos de serviço fica demasiado dispendioso e será melhor mesmo proceder à sua substituição.
No entanto, no caso presente, ao que parece, foram adquiridas viaturas (BMW) bem mais caras do que outras disponíveis no mercado, também consideradas como "topo de gama" e que cumpririam eficazmente as funções que têm de desempenhar.
É claro que não estou a defender que, para o serviço a que se destinam se comprem pequenos utilitários que se desgastariam rapidamente.
O que eu quero aqui realçar é o argumento que frequentemente é invocado para se defender a compra de carros luxuosos para os altos titulares e que afirma que está em causa a "dignidade do Estado".
Ora, aí, eu terei de perguntar : como se afere, verdadeiramente, a dignidade de um estado? Pela marca dos fatos e carros dos governantes ou pelas condições de vida dos cidadãos?
Qual será a dignidade de um estado que acumula desemprego, pobreza, exclusão?
Será verdadeiramente digno um estado em que muitos dos seus integrantes, vivem uma existência de todo indigna da condição humana?

Etiquetas: ,