ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

terça-feira, julho 04, 2006

Bons exemplos

No início, era um local com contentores para lixo, à volta dos quais, como infelizmente é costume, se amontovam imundices.
Os alunos de uma escola que fica mesmo ao lado, motivados pelos professores, trabalharam um projecto que culminou com a construção e implantação de um "outdoor" apelando à colaboração dos moradores na zona, na preservação da higiene daquele local.


foto Peciscas

A moradora da casa contígua, compreendendo o apelo, tomou em suas mãos, a construção de um jardim, que, desveladamente, foi criando e mantendo, por sua conta e risco.
O jardim foi ganhando forma e dimensão, sempre à custa do carinho e empenho desta exemplar cidadã. Sem qualquer apoio ou subvenção.
Mais tarde, os contentores seriam retirados do local pela autarquia, sendo aí colocado um ecoponto.

foto Peciscas

foto Peciscas No entanto, há ali algo que destoa completamente.
Uma antiga cabina da rede eléctrica, já há muito desactivada, foi transformada em abrigo para actividades menos convenientes, sendo utilizada, por exemplo, por toxicodependentes e como depósito de lixos diversos.
A devotada cidadã, já desenvolveu diversos esforços, procurando que a EDP destrua aquela inútil e inestética construção. Mas sem qualquer resultado.


foto Peciscas


Moral da história: ainda há muito quem queira construir e transformar o mundo.Só que, por vezes, tudo à volta quer fazer crer que não vale a pena...

segunda-feira, julho 03, 2006

Brinquedos...

Começam a ver-se, cada vez mais, por aí, uns matulões montados em micro-motas, a acelerarem, rua fora.
Há uns tempos, estive quase a passar a ferro, um deles, que me surdiu de um jardim, desceu o passeio e atravessou-se à frente do carro.
Deve ter muita piada, pois a moda está a crescer.
A mim , aquilo parece-me ridículo. Além disso, a circulação destes brinquedos para gente crescida, na via pública, julgo ser ilegal e é inequivocamente perigosa.
Mas deve ser defeito meu. Estou a ficar Kota e já não acho piada a nada.
Só que o Sócrates não me deixa ir para a reforma e, com gente como eu, que não está preparada para o choque tecnológico e para o progresso, o País não vai para a frente!
Enfim! Contradições