ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

sexta-feira, novembro 23, 2007

Letreiros 9

Aqui temos mais uma série de letreiros insólitos ou, no mínimo, curiosos, da minha já vasta colecção.



Começamos com um estabelecimento que eu não sei se pertence ao Scolari (esta só é acessível a quem costuma acompanhar notíciário desportivo)

Saia, agora, meio quilo de matemática, bem aviado, ou uma embalagem familiar de gramática

Para quem não está contente com a sua imagem, aqui está a solução

Embora com menos ambições, neste local também se trata do estilo
Esta firma, de acordo com o Ministro Mário Lino, só poderá estar sedeada a sul do Tejo

Finalmente, cada um, com a sua mania

Etiquetas:

quinta-feira, novembro 22, 2007

Uma ciência excta?

Quando se diz que a matemática é uma ciência exacta parece que se está a afirmar uma verdade indiscutível.
No entanto...
No entanto, as construções da linguagem matemática (que, essencialmente, pretende descrever o mundo e a vida), assentam em convenções arbitrárias. O que se pretende é que essas convenções funcionem de modo coerente, sem contradições.
Um exemplo: quando se diz "tão claro como dois e dois serem quatro", esquece-se que isso só é verdade se estivermos a utilizar o nosso habitual sistema de base dez. Porque, por exemplo no sistema de base dois (ou binário) utilizado, designdamente pelos computadores e outras gringonças, já não de pode falar nesses termos. Neste sistema, essa frase transformar-se-ia em 10+10 =100... (atenção que não se lê "dez mais dez ... mas sim "um zero mais um zero é igual a um zero zero... o que pode parecer estranho para quem está menos dentro desta área) .
E querem mais? Peguem na Estatística, que é um ramos mais interessantes da Matemática.
Pois aí, há que ter um particular cuidado com as "exactidões" .
Ainda agora, a propósito desse flagelo dos nossos dias que é a SIDA, apareceu uma rectificação operada pela ONU, que reviu "em baixa" (um esquisito chavão agora muito em voga...), o número mundial de infectados que passou de cerca de quarenta milhões, para pouco mais de trinta e três milhões.
Porque estão a dar resultado as políticas de combate à epidemia?
Nada disso. Este abaixamento significativo, acontece, apenas porque se mudaram os critéros estatísticos que conduzem à elaboração das estimativas.
Já agora, ficou também a saber-se que Portugal continua a ser o país da Europa Ocidental a registar maior número de casos declarados em termos proporcionais e o quarto em termos absolutos.
Ora aí está um dado estatístico que não vamos certamente ver referido nos discursos oficiais.
Ou seja, ouvimos falar na descida do défice, nas estatísticas que "ficam bem na fotografia", mas as outras...
Enfim, só é declarado exacto, o que convém.

Etiquetas:

quarta-feira, novembro 21, 2007

O melhor blog de espanha

Maria Amélia é uma simpática senhora galega, que acaba de ser distinguida com o prémio "O melhor blog espanhol" de 2007, na 4ª edição dos "The Best of Blogs".
Até aqui tudo pareceria um tanto trivial, pois, na blogosfera ou noutros meios de comunicação, a atribuição de galardões é algo de corrente.
No entanto, há, neste caso, um pormenor que faz toda a diferença: Maria Amélia tem 95 anos, o que faz dela a bloguista mais idosa de todo o mundo.
Há uma grande ternura que exala do seu espaço (criado, com a ajuda de um neto, no dia em que fez precisamente 95 anos), que, para quem ainda não conhece, vale a pena visitar.
Esta nossa colega, revela, com entusiasmo, que descobriu um mundo novo na internet.
E, perante aqueles que desdenham as novas tecnologias, afirma:

"Que mentes tão fechadas! A internet, ensina!"

Por todos os motivos e mais este, Maria Amélia merece uma montanha de parabéns e um besito muy grande.

Etiquetas:

terça-feira, novembro 20, 2007

Parabéns!

Uma montanha de parabéns, para a D. Olinda que, há uns anitos (não digo quantos, é claro) deu ao mundo uma menina que brincou, cresceu, andou por longe, até que, certo dia, apareceu na minha vida, para ficar.


Por isso, para ti, amor,neste dia 20, um beijo, igual ao de todos os dias. Só que um pouco mais demorado.

Etiquetas:

segunda-feira, novembro 19, 2007

Meccano


Um dia destes, um post do Manel, touxe-me à memória um dos meus sonhos de menino: o Meccano.
Era um brinquedo que permitia fazer construções diversas, desde veículos a edifícios. Vendia-se em caixas que traziam os elementos soltos, permitindo ao utilizador, usar a sua criatividade para elaborar engenhocas que funcionavam.
Como eu desejei ter um Meccano!
No entanto, as possibilidades económicas da família, nunca me permitiram concretizar o sonho. Era um brinquedo um tanto caro...
Tinha de me contentar com coisas mais modestas ou mesmo de criar os meus próprios brinquedos: carrinhos de madeira com rolamentos usados a servirem de rodas, espadas e cavalos de pau, sticks feitos de troços de couve, guiadores de bicicleta feitos de arame, ...
Pelo que vi através do Google, o Meccano ainda existe e está mesmo mais sofisticado, com novas e mais modernas propostas.
Mas aquela caixinha mágica, povoou o meu imaginário juvenil e é com alguma saudade que relembro, numa imagem antiga, esse inesquecível brinquedo.

Etiquetas: