ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

quinta-feira, abril 23, 2009

Afinal, em que ficamos?

As opiniões da medicina, estão, volta e meia, a mudar.
O que ontem era mau, pode passar hoje a ser bom.
Por exemplo: nascer em casa.
Quando eu vim ao mundo, a maioria dos partos era realizado em casa da mãe, com a assistência de uma parteira ou, quando muito, de uma "habilidosa". Principalmente nas aldeias, não havia outro método.
Depois, com a ampliação da rede de hospitais, os partos passaram a ser assistidos por médicos e enfermeiros habilitados.
E, então, nascer em casa passou a ser encarado como um sinal de subdesenvolvimento.
Pois agora, surge a notícia de mais um estudo (mais um) que conclui que um parto realizado em casa pode ser tão seguro como o acontecido num hospital.
No entanto, os obstetras do Reino Unido, já foram dizendo que este estudo não pode ser aplicado universalmente mas apenas a partos de baixo risco.
Apesar disso, parece que aquilo que era uma verdade quase indiscutível (parir, só na maternidade) já começa a ser posta em causa.
Afinal, em que ficamos?

Etiquetas: ,