ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Coisas do arco da velha...

Um destes dias, ao virar da esquina, dou por mim a passar à categoria de LADRÃO!
Nem mais, ladrão mesmo..
"Esta página de Internet é utilizada para roubar números de cartão de crédito, códigos de acesso, passwords e outros dados pessoais."
Assim mesmo, com todas as letras (podem confirmar, clicando na imagem para a aumentar)... E depois, lá vinha o endereço do meu modesto blog, a incluir na lista dos empedrenidos cibercriminosos.Mas não se riam, pois eu não estava só! Quando tentava entrar em qualquer outro blog do domínio blogspot, lá aparecia a rubra janelinha, no canto inferior direito do monitor, acompanhada de um irritante grito, mais parecido com o urro de um suíno.
Desde a Lúcia ao Manel, da Mushu à Odele, da Paula ao Miguel, ninguém se safava. Era tudo gatunagem!
Fora da lista, só mesmo quem era do sapo (como a Guiga) ou outro domínio.
E a coisa esteve assim um dia.
Em breve, andando por aí a investigar (voltarei a falar-vos disto), deu para entender que se tratava de um "bug" do Kaspersky ( o anti-virus que tenho instalado e que até aqui até tem funcionado bem).Havia mais gente a queixar-se.
De modo que, passado um dia, tudo voltou à normaliadade.
Mas, para susto e incómodo, já bastou...


Etiquetas:

quinta-feira, fevereiro 14, 2008

Postagem colectiva contra a pedofilia

Blog Destak, de Janeiro/2008Hoje, estou a participar, com muitos mais colegas da blogosfera, numa postagem colectiva contra a pedofilia.
A iniciativa partiu da Luz de Luma que aqui desenvolve o tema, com particular detalhe e profundidadade.
Este é um problema que, eventualmente será velho como o mundo.
Ao longo da minha vida (desde muito cedo), fui conhecendo casos de abusos sexuais a crianças e jovens, muitos deles conservados em segredo, outros mais ou menos do domínio público.
Então, quando passei a desempenhar a profissão de professor, designadamente ocupando cargos de direcção na escola, o conhecimento dessas situações (e, obviamente a sua abordagem e denúncia) tornou-se mais agudo.
Nos tempos que correm, com o desenvolvimento das novas tecnologias de comunicação e informação bem como o incremento de actividades turísticas das mais diversas índoles, a pedofilia já é bem mais do que um crime abjecto e hediondo: é uma indústria que envolve lucros cada vez maiores.
Perante estes casos, há que actuar.
Em várias linhas.
Em primeiro lugar, na formação de pais e educadores. Deixar, crescentemente, as crianças entregues a si próprias, em frente a um monitor de computador ou a um televisor (ainda hoje, outro estudo, mostra como as crianças portuguesas vivem cada vez mais desta forma) é um erro que se paga muito caro.
Depois, é preciso educar as crianças, na valorização dos afectos, mas também na prevenção das armadilhas que lhe podem aparecer pelo caminho. Ensiná-las a saber dizer não, é muito importante.
É, imperioso, ainda, estar muito atento aos comportamentos das crianças e jovens com quem contactamos. Descobrir sinais de anormalidade nas suas reacções, captar as razões de angústias não imediatamente explicáveis.
E, essencialmente, dar uma caça implacável aos pedófilos. Descobri-los, desmascará-los. denunciá-los e puni-los sem qualquer comiseração. Eventualmente, tratá-los, se tal for possível. Porque se não for, a ciência médica poderá ter de intervir, eliminando, no criminoso, a possibilidade fisiológica de reincidir nos ataques.
Só quem já esteve perto da revolta, do trauma, até do sentimento de culpa de quem foi abusado pode avaliar, com mais clareza, o drama humano que tal situação representa.
Por isso, hoje, data simbólica em que se costuma falar do Dia dos Namorados, associei-me, sem hesitar, a esta iniciativa, que atravessa terras e oceanos, e está hoje congregando quase duas centenas de blogonautas.
E, por hoje ser essa data simbólica, faz sentido falar em proteger as nossas crianças e jovens. Para lhes serem permitida, sempre, a possibilidade de compartilharem, com outras crianças e jovens, a ternura, a ingenuidade, a beleza que têm os primeiros, amores, as primeiras carícias,os primeiros bilhetinhos trocados em segredo, os primeiros beijos.
Mas numa convivência livre entre iguais e não numa relação em que uma das partes vai assumir a condição de predador.
É imperioso e urgente, combater quem, criminosamente, corta às crianças a possibilidade de construirem e viverem os seus sonhos de infância.

Etiquetas:

quarta-feira, fevereiro 13, 2008

Por que será

que até os próprios sinais de trânsito estão a mudar de cor ?


foto Peciscas

Etiquetas:

terça-feira, fevereiro 12, 2008

As trapalhadas do Ministério !

O Ministério da Educação acaba de fazer mais um remendo, na imensa série de trapalhadas em que se tem metido.
Agora, perante a decisão de dois tribunais que aceitaram providências cautelares com efeitos suspensivos, teve que recuar e e admitir que os prazos apertados que impôs para se elaborarem instrumentos de avaliação para os docentes poderiam não ser cumpríveis.
Mas é apenas uma pequena remediação de algo que dificilmente terá remédio.
É claro que estou plenamente de acordo com uma avaliação profissional que, nesta área, destaque o mérito e destape o demérito.
Mas sempre com um objectivo fundamental: contribuir para a melhoria da formação e da prática dos professores, e com isso, melhorar a qualidade do ensino, objectivo que tanta gente apregoa. Não simplesmente para os punir ou para os afastar da profissão e, desse modo, fazer mais umas tantas economias.
E, nesse processo, é essencial que as portas das salas de aula de cada uma deixem de ser consideradas como um feudo impenetrável e se abram à observação de outros docentes, dentro de um espírito construtivo, de colaboração,de troca de experiências, de amizade.
Mas, quem entende um mínimo destas matérias, sabe que, qualquer instrumento de avaliação, antes de ser concretamente aplicado, tem de passar por um período de testagem, de confronto com a realidade, com vista ao seu refinamento e depuração. Só depois estará em condições de produzir efeitos minimamente fiáveis.
E, do mesmo modo que tantas vezes se diz, e com razão, que os alunos não podem ser cobaias de experiências apressadamente implementadas, também os professores não poderão passar por esse estatuto.
Porque, além do mais, é o seu futuro profissional e familiar que estará em jogo.
Mas vamos ver que mais recuos terá ainda o ME de realizar...

Etiquetas:

segunda-feira, fevereiro 11, 2008

A onda dos prémios

Esta é mais uma das muitas distinções que por aí circula.
Recebi-a das mãos da Isabel Filipe, a quem agradeço a amizade com que me honra.
Não me levarão a mal, entretanto que, com a frontalidade de quem já sabe que pode falar com os amigos sem ter de recorrer a discursos "politicamente correctos", vos diga que, na maior parte dos casos, estas iniciativas, por parte de quem as cria, não são tão desprendidas e solidárias como aparentam. Muito embora, quem nos transmita estas menções, o faça com sinceridade.
Com efeito, nos selos que os autores dos prémios editam, lá vem, na quase totalidade dos casos, o endereço do respectivo blog.
Depois, com a obrigatoriedade de se nomearem mais uns quantos blogs, se "a coisa pegar" em breve, teremos uma grande corrente publicitária estabelecida.
Não direi que toda a gente utilize esta estratégia com estes objectivos.
Mas, já começa a haver prémios a mais para que não se duvide da sinceridade de todas estas distinções.
E dou por mim a pensar que, se calhar, vou aproveitar esta onda de vulgarizações para criar, eu também, um prémio.Talvez chamado:
"Este blog pecisca com pinta!"

Etiquetas: