ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

sexta-feira, novembro 24, 2006

Coincidências...

Para este fim de semana, proponho-vos um pequeno desafio.
Se para tal tiverem pachorra ( e se o alojador das músicas estiver aberto), ouçam (pelo menos um bocadinho) de cada uma destas cantigas.
No fim, tirem as vossas conclusões...


Zingarella - Enrico Macias


Ai destino - Tony Carreira

Já agora, espreitem este registo na Sociedade Portuguesa de Autores.

Mais um dado:
"C'est en Israël et en Turquie que son nouveau 45 tours "Zingarella" obtient un énorme succès en 88" (extracto de uma biografia de Enrico Macias)
E assim se fazem carreiras...

quinta-feira, novembro 23, 2006

Afinal de contas, em que é que ficamos?

foto Peciscas

quarta-feira, novembro 22, 2006

Buracos na lei


Ouvi na Antena 1 e pasmei.
Existe um buraco na lei, que permite que um jovem com 14 anos, conduza, na estrada, um desses veículos de quatro rodas que dispensam a carta de condução, apenas exigindo licença para motorizadas.
Aliás, nunca entendi bem a razão por que esses carros, de tamanho semelhante a um Smart, apesar de não atingirem mais de 60 km/h, dispensem os condutores das exigências de formação e exame, obrigatórias para os restantes utentes de automóveis que circulam na via pública.
Aqui pelos meus lados, via, com frequência, passar uma senhora, guiando uma dessas "motorizadas de 4 rodas".
Embora andando devagar, fazia asneiras incríveis, algumas das quais tive oportunidade de presenciar "em directo".
Aliás, a carripana, cheia de amolgadelas, denunciava, com evidência, a falta de perícia da senhora (cujo aspecto, entretanto, sugeria algum défice no que toca a faculdades mentais ).
Há muito tempo que não vejo passar o carrito.
Será que a desastrada condutora o desfez de vez?
Espero, vivamente, que, a tal ter acontecido, não tenha daí resultado qualquer dano físico, para si ou para terceiros.
O que, infelizmente, já aconteceu em acidentes provocados por estes veículos.

terça-feira, novembro 21, 2006

Uma profissão de risco...

imagem daqui

Na semana passada, em Portugal, duas professoras foram agredidas, respectivamente, por um aluno e por uma encarregada de educação.
Nesta segunda-feira, na Alemanha, uma professora foi gravemente ferida por um tresloucado ex-aluno.
Segundo o JN, numa carta que deixou, este suicida louco, disse:
"Grande parte da minha vingança dirigir-se-á contra os professores, as pessoas que se imiscuíram na minha vida e ajudaram a pôr-me onde estou, no matadouro".
"Eu odeio-vos "
Ainda, de acordo com o JN:
"Este incidente trouxe à memória dos alemães o massacre ocorrido a 26 de Abril de 2002, numa escola de Erfurt, na Turíngia, em que um aluno que tinha chumbado nos exames finais de liceu matou a tiro 16 pessoas - 12 professores, dois estudantes, uma secretária e um polícia -, suicidando-se também em seguida."
Voltando a Portugal, os professores foram acusados de instrumentalizarem os alunos para estes fazerem greve às aulas de substituição.
E houve alguém importante a dizer que os principais culpados do défice das finaças públicas eram os professores devido ao facto de a maioria estar no topo da carreira...
Bom, se com tudo isto, esta não é uma profissão de risco, então já não sei o que são "riscos"...

segunda-feira, novembro 20, 2006

Isto é, também, uma declaração de amor


Desculpem lá os meus amigos e minhas amigas se desta vez, isto ficar demasiado íntimo.
Mas acontece que faz hoje anos que nasceu "a mulher que me escolheu"(roubo as palavras ao Ary) e é a minha companheira de todos os momentos.



Ne me quitte pas- Jacques Brel