ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

sábado, dezembro 31, 2005

HÁ UM ANO



No último dia do ano passado, nascia o Peciscas.


Assim:

PECISCAS ?
Aqui há muitos anos, alguém se lembrou de criar uma palavra, conforme poderia, muito bem, ter criado um dispositivo para coçar as costas, ou outra coisa qualquer.E lembrou-se de PECISCAS.Era uma palavra com um som interessante e com certo ar trocista que agradava ao ouvido.Ficou!Só faltava criar-lhe um significado...E ele apareceu, quase sem se dar por isso.Um dia, estava um sujeito a falar em público, a perorar sobre já não sei que assunto, quando saíu um comentário :"Lá está este a arrear umas peciscas!".A partir daí, enquanto foi moda, sempre que se queria dizer que alguém estava a ditar sentenças avulsas ou a emitir opiniões sem grande ambição, dizia-se que se tratava de "umas peciscas".Entretanto, como muitas outras coisas, o termo foi caindo em desuso, até porque teve a sua origem num meio muito limitado de jovens estudantes.Mais tarde, esta palavra haveria de ter uma certa reinvenção quando o Hernâni Gonçalves começou a falar em "bitaites".No momento em que entro neste mundo novo da blogosfera, a palavra voltou-me, depois de todos estes anos guardada no sótão. E voltou, porque me pareceu apropriada.Porque, por aqui, vão, de vez em quando, aparecer umas PECISCAS. Mais ou menos sérias, mais ou menos pretenciosas.


Agora, são
mais de 20 000 visitas
mais de 300 posts publicados
79 os países que por aqui andaram
cerca de 7o visitantes diários...

Mas que interessa isto?
Números? Bah! são frios e não dizem nada.
Porque o que verdadeiramente interessa, são as amigas e os amigos que aqui vieram ter e que já não dispenso.
Tantos, que não vou enumerar com medo de cometer algum lapso.
Mas elas e eles sabem quem são.
E são a razão de ser desta ameaça:

VOU CONTINUAR!
VOCÊS É QUE TÊM A CULPA!




sexta-feira, dezembro 30, 2005

PREVISÕES para 2006


Nesta época em que montes de gente faz previsões, eu, também, não podia deixar de adiantar aqui as minhas peciscas sobre o que vai acontecer no ano que vem.
Assim, em 2006:
  • O Professor Que Nunca Se Engana, vai comer bolo-rei em Belém
  • O Senior Que Se Engana Muito, vai continuar a dormir a sesta.
  • O Benfica, o Porto e o Sporting, não descem de divisão.
  • O Primeiro Ministro vai continuar a dizer "que estamos no bom caminho".
  • Haverá empresas a mudarem-se para a Ásia.
  • O Mourinho vai fazer mais anúncios e ganhar mais uns prémios.
  • O Abrunhosa vai usar óculos escuros.
  • O Benny vai falhar golos.
  • A Fátima vai dizer que está inocente.
  • O Sampaio vai escrever um livro.
  • O Valentim vai dizer que está inocente.
  • Vai haver clubes de futebol com salários em atraso.
  • O Torres vai dizer que está inocente.
  • O Governo vai dizer que os funcionários públicos devem ter paciência.
  • O Adriense não vai falar português.
  • O Saramago vai publicar, pelo menos, um livro.
  • A Carolina vai dizer baboseiras.
  • O Ricardo vai dar frangos.
  • O Governo vai dizer que a Ota é fundamental.
  • O Simão vai cair.
  • O Papa não vai mudar de opinião.

E, em particular, no mundo da Blogosfera, eis o que vai acontecer em 2006:

  • O Finúrias vai coleccionar mais umas centenas de sanitas.
  • A Mushu vai descobrir mais umas centenas de jogos e animações.
  • O Manel publicar mais umas centenas de fotografias e verá a casa invadida pelas(os) tagarelas do costume.
  • A Lucialima vai continuar com a faca afiada (...para cortar a fruta para as caipirinhas).
  • A mana Ivamarle vai pontificar com os seus versos na grande obra que o Finúrias está a publicar para destronar o Camões: "Os Sanitíadas"
  • A Fausta Paixão vai coleccionar mais umas centenas de desilusões na cama.
  • A Kalinka vai viajar e depois contar.
  • A Wind vai publicar mais umas centenas de poemas e vai-me oferecer imagens.
  • O Armando vai viajar.
  • A Tmara vai encontrar mais umas portas nos seus caminhos.
  • O Freddy vai comer gelados.
  • O Papá Urso continuará babado com as suas crias.
  • O Eduardo vai consertar blogs.
  • A Afrodite vai andar às turras com a Titas.
  • A Malae vais descobrir mais umas palavras em tétum
  • O António Faria vai mandar, aos amigos, imagens de S. Miguel.
  • A Ângela vai comentar os comentários dos comentadores.
  • O Ivo Jeremias tratará do olho a muita gente.
  • A Elvira vai a França.
  • A Gotinha vai montar uma loja de electrodomésticos que só venderá frigoríficos.
  • O Pinto Ribeiro terá de komprar várias teklas K para substituir no teklado do seu pk a letra k mais usa.
  • O João vai pensar e depois diz qualquer coisa.
  • A Isabel vai desenhar.
  • A Susanagar vai comprar umas centenas de batons por causa dos gastos com as milhares de jocas maradas que vai distribuir.

E, como a lista já vai longa, fico-me (para já) por aqui.Mas ficam ainda algumas mais em carteira.
Logo veremos se as minhas pofecias foram ou não certeiras.
Mas, se vocês tiverem outras previsões a divulgar, não se acanhem.
Somos todos ouvidos.

quinta-feira, dezembro 29, 2005

É MESMO DE CHOCOLATE...

Num concorrido centro comercial do Porto está exposto o que dizem ser o maior presépio de chocolate do mundo.
Pesa 9 toneladas.


Há letreiros a pedir que os visitantes não toquem nas figuras.Aliás, por motivos óbvios.
O que não impediu que uma cidadã que seguia à minha frente, apanhando o segurança de costas, esfregasse vigorosamente o dedo no telhado da cabana e lambesse o dito cujo. com ar circunspecto.
Comprovou que...era mesmo chocolate.
Ai Portugal, Portugal!

quarta-feira, dezembro 28, 2005

De autor desconhecido...

Com a devida autorização da Kalinka, que o divulgou no seu espaço, reproduzo aqui um delicioso poema em honra dos meus amigos alentejanos.
Devo dizer que eu, próprio, apesar de ter nascido cá para o Norte, me considero meio alentejano, pois fui feito em Évora e vivi lá seis dos melhores anos da minha vida.

O CARACOLI

Tava eu tirando moncos
lá da cana do nariz
enquanto fazia uma mija
assim tipo chafariz
Tinha a bexiga tã chêia
que fiquê lá uma hora
quando me assomê em volta
tinha ido tudo embora
Sacudi o coiso e tal
enquanto coçava a bilha
de tal manêra atascado
que o entalê na braguilha
tirê as botas do lodo
que fizera na mijada
sacudi tamém as calças
sempre com ela entalada
pedi ajuda à Ti micas
que cerca dali morava
mas depilou-me os tomates
a força com que a puxava
ensanguentado na pila
fui aos tombos pelo monti
vomitando quasi as tripas
nã sêi se queres que te conti
como comera dôs pães de quilo
e um garrafão p'rajudar a empurrare
na admira que tivesse
três horas a vomitare
Detê-me na palha fresca
para ver se descansava
enterrê-me logo em bosta
de uma vaca que passava
E foi assim que essa tarde
conheci um caracoli
os dois deitados na palha
c'os cornos a secare ao soli

terça-feira, dezembro 27, 2005

OS PRESENTES DO PAI NATAL


Eis a lista dos presentes que os vários candidatos que formalizaram a sua candidatura à Presidência da República pediram ao Pai Natal.

Cavaco Silva - um bolo-rei sem a fava de ter de responder a perguntas
Mário Soares - um frasco de xarope para a tosse
Manuel Alegre - um manjerico com uma quadra da sua autoria
Jerónimo de Sousa - um DVD com um curso rápido de danças de salão
Francisco Louçã - uma gravata com a imagem do Menino Jesus
Garcia Pereira - um balde de cola para colar os seus cartazes que andam afixados com fita-adesiva
Carmelinda Pereira - as assinaturas que faltam...
Manuela Magno - um voto para além do seu próprio
Teresa Lameiro, Josué Gonçalves Pedro, Diamantino da Silva - serem conhecidos para além da rua onde moram.

Mas, dirão vocês : e o Peciscas?
Adivinhem o que lhe poderia ter ocorrido pedir ao Pai Natal.

segunda-feira, dezembro 26, 2005

Despojos da guerra do consumismo natalício