ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

terça-feira, março 11, 2008

Foi você que falou em alta tensão?

Um destes dias, no jornal que comprei, vinha um destacável elaborado pela REN, sobre as linhas de alta tensão.
Claro que entendi logo que se tratava de uma resposta de marketing às crescentes movimentações populares contra as linhas que atravessam determinadas povoações.
Li, com alguma atenção, o referido folheto. E às tantas comecei a ficar um bocado confuso.
Transcrevo:
As linhas são perigosas para a saúde?
Não.
A Organização Mundial de Saúde, através da Agência Internacional para a Investigação do Cancro (IARC), classifica os Campos Electromagnéticos ao nível do consumo do café ou de pickles.
As linhas provocam cancro?
Não.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que não há relação entre as linhas de transporte de energia e as doenças cancerígenas em seres humanos.
Mas existem dúvidas?
Continua a haver estudos sobre uma doença muito rara, a leucemia infantil linfoblástica aguda. Os resultados obtidos pelos estudos epidemiológicos são contraditórios e de elevada incerteza devido à muito pequena dimensão das amostras.
Podemos quantificar este risco em termos de saúde pública?
Na hipótese de haver uma relação causal entre as linhas de transporte e esta doença, estima-se que esta relação seja de um óbito em cada meio século.
Depois da leitura do papel, e perante os contraditórios "nãos" e os "mas" que ali se encontram a única conclusão segura que pude tomar é esta:
Vou deixar de tomar café e de comer pickles...

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Andreia do Flautim disse...

LOL, ainda bem que eu não bebo café nem como pickles!

9:16 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home