ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

quarta-feira, março 12, 2008

Uma ajuda do amigo da onça...

Quando andava na Faculdade de Ciências a tirar o meu cursito, tinha um colega cujo perfil se enquadrava no velho "amigo da onça", a imortal personagem criada pelo cartoonista brasileiro Péricles. Aliás, mesmo a sua aparência física, designadamente o rosto, se assemelhava bastante ao desenho.
Entre os seus tiques, estava a abordagem que fazia a quem estava, nervoso e tremelicante, à espera da entrada para um exame oral.
Então este embirrante colega, com voz mais ou menos sibilina e com um ar superior, fazia uma daquelas perguntas de algibeira, normalmente sobre os subterrãneos da matéria que pouca gente dominava. Mas ele, dedicava-se a "pescar" esses pontos obscuros, só para aterrorizar que já estava suficientemente ansioso.
Por exemplo:
-Sabes o que é uma crocidolite?
Normalmente, não se sabia e esse facto fazia acrescer o temor pelo sacrossanto chumbo.
Mas, uma vez, este "amigo da onça", detestado um pouco por toda a gente, até me foi útil.
Estava eu a cerca de meia hora da oral de Zoologia, quando o L. (o tal...) me inquiriu ao seu jeito:
- Mas tu sabes o que é o escafognatito?
A princípio , perante aquele palavrão atirei-lha uma resposta azeda do género:
-Olha lá. Vai mas é pentear símios!
E o L. afastou-se, com aquele risinho sarcástico que sempre exibia, quando a gente não sabia responder às perguntas que seleccionava.
Mas, porque, apesar de tudo, ele tinha conseguido abanar-me, lá peguei na "sebenta" (para quem desconheça o termo, direi que eram os apontamentos policopiados que se utilizavam para a aprendizagem) e gastei a meia hora que faltava para o exame a tentar descobrir o significado da tal "obscenidade".
E lá encontrei, num cantinho, a tal palavra e o que queria dizer.
E não é que, estando o exame naquela fase em que o professor ainda está com dúvidas sobre se o aluno se preparou convenientemente ou não, ouço:
-Então diga-me o senhor se sabe o que é o escafognatito.
E eu, exibindo o ar triunfal que Vasco Santana exibiu na "Canção de Lisboa" quando disse o que era o esternocleidomastoideo, lá lhe papagueei a resposta pretendida.
A partir daquele momento, senti que tinha a passagem no exame na palma da mão.
Foi a única vez que alguém terá agradecido a intervenção cínica do "amigo da onça L..
PS- Já estou a ver, alguns dos meus amigos e amigas, após a leitura deste post a irem ao Google para verem se crocidolite e escafognatito, realmente existem...
Vão ver que sim!

Etiquetas:

3 Comments:

Blogger Andreia do Flautim disse...

Olha, foi bem feito para ele, pensava que te ia estragar o exame com os nervos e afinal até te ajudou!

9:45 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

I want not acquiesce in on it. I think warm-hearted post. Expressly the title attracted me to review the unscathed story.

4:07 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Good brief and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Gratefulness you seeking your information.

12:51 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home