ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

terça-feira, setembro 04, 2007

Crónicas de uma viagem 7

Termino, por agora, este breve relato de uma recente passagem por terras beirãs, com o Museu do Pão.
Fica em Seia e é um complexo museológico privado onde se exibem e preservam as tradições, história e arte do pão português.
Está organizado em diversas salas:"Ciclo do Pão", "Pão Político Social e Religioso", "Arte do Pão" e "O Mundo Fantástico do Ciclo do Pão". Estas salas, percorrem-se com particular agrado, recolhendo-se interessantíssimos dados e observando-se curioosos e significativos documentos sobre a importância do pão, que, mais do que um simples e mero alimento, pode ser considerado como uma arma política e social.
Por exemplo: sabiam que, durante o Cerco do Porto, no auge das lutas entre absolutistas e liberais, os géneros alimentícios, encarecerem, em alguns casos, mais de dez vezes? Mas, ainda assim, uma libra de bacalhau era mais barata do que uma libra de arroz. Parece mentira, se compararmos com os tempos de hoje. Os mais novos nem devem acreditar que, em tempos idos, o bacalhau era um alimento das classes menos favorecidas.
Outro exemplo: no início do século XIX, um edital do Intendente Geral do Reino, obrigava que os vadios, fossem empregues, compulsivamente, em trabalhos agrícolas. Talvez não fosse mau de todo recuperar a ideia...
Queria, ainda, destacar, o modo extremamente cuidado como o Museu está organizado, com pessoal jovem, bem preparado e simpático, que guia o visitante com amabilidade e profissionalismo.
Aqui vos deixo algumas imagens do exterior deste espaço ( já que, no interior, não é possível fotografar), como sugestão a uma visita que, garanto-vos, vale bem a pena.


foto Peciscas
foto Peciscas
foto Peciscas
foto Peciscas
foto Peciscas
foto Peciscas
foto Peciscas

Etiquetas: