ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

sexta-feira, junho 19, 2009

Artimanhas do consumismo

Conta-se que, há uns anos, um homem contactou o grande fabricante de pastas dentífricas Colgate, oferecendo-lhe uma estratégia que faria aumentar os lucros da empresa de modo significativo.
Após algumas reservas da multinacional, o homem lá conseguiu convencê-la a assinar um contrato. O homem ganharia uma percentagem dos lucros, se conseguisse subir as vendas da pasta em x%. Se não, nada ganharia.
Depois de estabelecido o acordo, chegou a altura de o homem revelar qual seria o segredo para o acréscimo de vendas. Então, o inteligente cidadão disse apenas isto:
-Aumentem em 1 milímetro o diâmetro do tubo por onde sai a pasta.
De facto, a ideia comprovou-se ser genial. Realmente, os consumidores lançavam sobre a escova sempre o mesmo comprimento de pasta. Aumentando o diâmetro, é claro que se gastava mais pasta. O consumidor, que só reparava no comprimento da pasta que espremia para a escova, apenas dava conta que o tubo chegava ao fim mais depressa...
Não sei se a história é verídica.
No entanto, continuo a descobrir estratégias dos fabricantes para nos "levarem no embrulho".
Reparem nesta imagem, que representa o interior de um tubo de pasta dentífrica, perto da saída.

foto Peciscas Como vêem, o fabricante mandou colocar ali uma pequeno tubo que se prolonga para o interior. Assim, quando se chega perto do fim, ficará ali sempre retida uma certa porção de pasta, que já não será utilizável, a não ser que se corte o tubo (coisa que a maioria das pessoas não fará, mas que eu aprendi a fazer: dá para mais uma meia dúzia de lavagens).
Quando a gente compra a pasta, o tubo parece grande. Mas, vistas bem as coisas, pelo menos um centímetro é para desperdiçar.
Enfim, artimanhas do consumismo...

Etiquetas: , ,