ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

segunda-feira, junho 08, 2009

Mestres e mestrados

Manoel de Oliveira, em entrevista à RTP, disse que não gostava que o tratassem por "Mestre".
"Serei sempre um aluno de cinema", afirmou.
Este atitude do grande cineasta, não pode ser considerada como traduzindo uma falsa modéstia. Com efeito, a sua já longa vida tem sido pautada pela procura incessante da excelência numa obra mundialmente reconhecida. E Oliveira nunca se dá por satisfeito com aquilo que já conseguiu. Aos 100 anos, considera que ainda lhe falta cumprir uma série considerável de projectos.
Que diferença a que separa este vulto da nossa cultura e tanta gente que por aí anda, a fazer questão de lhe acrescentarem ao nome o título de "Mestre"... "Mestre" de "Mestrado"...
Com as dificuldades de financiamento que as escolas de ensino superior estão a atravessar, o lançamento de cursos de pós-graduação, é uma solução para obterem proveitos.
Assim, fazer um mestrado passou a ser um objectivo cada vez mais ao alcance de quem tiver umas largas centenas de euros para o pagar. É que os níveis de exigência para se alcançar esse almejado "canudo" são, em muitos casos bem modestos. E, ainda por cima, já vai havendo possibilidade de se adquirirem teses de mestrado para quem não quiser ou não conseguir produzir um trabalho minimamente qualificado para o efeito.
Por tudo isto, acho que faz bem Manoel de Oliveira em se alhear da denominação de "Mestre". Com a vulgarização que o termo está a conhecer...

Etiquetas: ,

1 Comments:

Blogger O Micróbio II disse...

Mestrados??? Isso já lá vai... agora o que está a dar são "doutoramentos"... e com as facilidades que nos trouxe o tratado de Bolonha...

10:10 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home