ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

quinta-feira, julho 10, 2008

Debate em torno da felicidade - 4

Prossigo a publicação dos contributos para o debate que lancei.
Hoje, com esta mulher excepcional que, a maior parte de vocês já conhece.
E quem porventura ainda não conheça a Odele, vá aqui e confirmará a justeza daquilo que digo.
Quase não seriam precisas palavras para introduzir este depoimento. Ele fala por si , Qualquer um de nós não deixará de ficar emocionado com a sua leitura.
Só quero acrescentar que, depois de ler, senti-me penalizado por, de alguma forma, ter contribuído para o reavivar das mágoas desta Mãe Coragem.



1. P. A FELICIDADE EXISTE?

R. O conceito de felicidade é relativo e muda de pessoa para pessoa. Portanto, a felicidade existirá para uns e para outros não.

2. HAVERÁ DEFERENTES TIPOS DE FELICIDADE?


Para quem acredita ou pode sentir felicidade, óbvio: Sim, haverá diferentes tipos de felicidade. Por exemplo pode-se estar feliz pelo nascimento de um filho, sua formatura, seu sucesso profissional. Pode-se estar feliz, por uma conquista nossa, por exemplo, a compra de um imóvel, a realização de uma viagem há tempos desejada, ou o reencontro com uma pessoa querida que há tempos não víamos. Pode-se estar feliz também por nos sentirmos amados por uma pessoa. E por muitos outros motivos é possível sentir-se felicidade, portanto, a resposta é SIM.

3. O QUE É PARA TI SER FELIZ?


Conforme eu respondi na tua primeira pergunta, o conceito de felicidade varia de pessoa para pessoa. Para uns é ter muito dinheiro, para outros é ser bonito, para outros ainda é amar e ser correspondido, No meu caso, ser feliz, é principalmente ter saúde para mim e meus entes queridos, principalmente meus filhos. E como sabes do problema de saúde de minha filha, podes concluir que posso no máximo sentir algumas alegrias, mas felicidade não. Por causa do estado de coma de Flavia, a felicidade se afastou de mim. Para sempre.

4. É POSSÍVEL SER PERMANENTEMENTE FELIZ OU APENAS EXISTEM EPISÓDIOS DE FELICIDADE?


Não acredito que alguém possa ser permanentemente feliz. Existirá sempre alguns momentos, por infinitas razões, em que a pessoa sentirá tristeza: Por exemplo, a perda de um amor, a morte de alguém querido, ou uma doença grave que lhe chegue, serão motivos para lhe embotar a felicidade. Para quem a felicidade ainda é possível, eu acredito que ela seja feita de "momentos felizes", Portanto, quantos mais momentos felizes a pessoa tiver, mais feliz ela será.

5. PODERÁ ALGUÉM TER UMA VIDA INTEIRA SEM QUALQUER MOMENTO DE FELICIDADE?


Eu não saberia responder com total convicção esta tua pergunta. Mas acredito que não. Acredito que por mais infeliz que seja uma pessoa, em algum período de sua vida, em algum momento, algo de bom lhe aconteceu ou acontecerá que lhe deixou ou lhe deixará feliz.

Para concluir eu gostaria de colocar o seguinte:
Eu já tive muitos momentos de felicidade em minha vida, mas desde que minha filha entrou em coma, que eu deixei de me sentir feliz. Fico contente em algumas ocasiões, mas não feliz, porque felicidade para mim é algo mais intenso. Como pode alguém ser feliz com um filho em coma?! Como posso ser feliz se vejo diariamente o sofrimento no rosto de minha filha? Podem achar que sou "down" ou coisa que o valha, mas eu não posso mais ser feliz, e confesso, que neste momento em que escrevo esta conclusão de minha participação em teu post sobre felicidade, aqui, ao lado de minha filha inconsciente, imóvel e com a vida tolhida, eu me sinto muito infeliz e estou em lágrimas.

Mas ainda assim, fico contente em muitas ocasiões, por vários motivos. Há poucos dias fiquei muito contente ao ver meu filho apresentando seu trabalho de término da Faculdade. E fico contente quando ele conquista algo que lhe é importante. Fico contente quando o vejo sorrir. Fico contente quando estou cuidando de minhas plantas e muito contente quando as vejo dar flores. Outro motivo que me faz sentir bastante contente é ter a amizade de vocês, meus novos amigos conseguidos através do blog de Flavia. Eu e tu António, temos amigos comuns, Isabel Filipe e Fatyly, por exemplo. Porque sinto muito carinho por elas, estar em contato com Isabel e Fatyly, me deixa contente, E tu António, me deixas sempre contente com tua atenção e carinho para comigo e Flavia. Ficar contente,ter momentos de alegria. É o que a vida no máximo me permite hoje. Mas desejo, do fundo de meu coração, que vocês tenham muitos e muitos momentos felizes. E vou me sentir contente com a felicidade de vocês.

Nota- Durante o próximo fim de semana interromperei a publicação das participações no debate.
Continuarei na segunda -feira.

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Andreia do Flautim disse...

Um testemunho muito tocante.

9:43 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home