ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

quarta-feira, maio 14, 2008

Debate "Amizades reais/amizades virtuais"- 8

Termino hoje a publicação das contribuições para o debate que me foram chegando, por diversas vias.
E faço-o, com a presença de uma mulher excepcional, um amiga muito especial que, embora vivendo lá longe, está muito perto do nosso coração. Quem por aqui anda, na sua maioria, já sabe da imensa qualidade humana da Odele. Por isso e por muito mais, se justifica encerrar esta parte do post interactivo que há dias lancei, com as suas palavras .

1- As amizades que eventualmente se possam criar através da internet e, designadamente, ao circular na blogosfera, serão mesmo virtuais, por isso mesmo fictícias, ou podem ser bem reais?
R. Sim, as amizades criadas através da Internet podem ser reais. Às vezes tão ou mais reais do que aquelas existentes entre pessoas que se encontram fisicamente. Acredito que isto aconteça porque os amigos reais estão sempre muito ocupados com seus próprios afazeres e nem sempre buscam a companhia uns dos outros, o que acaba por esfriar a relação e distancia-los. Já os amigos virtuais vão estando em contato com tal frequência que passam a ter entre eles um vínculo de afeto que pode se tornar algo forte, profundo e gratificante. Há que se considerar a facilidade do contato virtual. O amigo não está em outro bairro, em outra cidade, e não temos que sair de casa e enfrentar trânsito e eventualmente longas distâncias para vê-lo. O amigo virtual está muito mais próximo, pois para estar em contato com ele, basta um simples toque no mouse.
2 - Haverá perigos ou contra-indicações que nos levem a evitar este tipo de relacionamentos?
R- Sim, acho que existem alguns perigos. Muitas pessoas de má índole, usam a Internet para se fazer passar por aquilo que na realidade não são e após conquistar a confiança dos amigos virtuais, começam a lhes causar transtornos. Por isso eu diria que uma certa cautela é necessária, mas não acho que esse inconveniente seja forte o suficiente para nos afastar da possibilidade de conhecermos pessoas maravilhosas com as quais, o contato, mesmo que virtual, só nos enriquece.
3 - Será que a internet estará a contribuir para um maior isolamento das pessoas, ou será precisamente o contrário?
R- Acredito que é exatamente o contrário, pela facilidade que temos de "estar" a todo momento com os amigos virtuais. Para estar com eles não dependemos de horário, de transporte. A distância não existe entre os amigos virtuais. Podemos contatá-los a qualquer momento, a qualquer horário em qualquer dia. Se não estão conectados, deixamos um recado de voz ou um e-mail e está estabelecido o contato. Já com os ditos amigos reais essa possibilidade não existe e daí que as pessoas mesmo próximas fisicamente, acabam por se isolar umas das outras.
4 - Será verdade que as pessoas que usam a internet como forma de relacionamento inter-pessoal, têm um perfil que passa pela solidão, por alguma espécie de frustração da vida social e ou familiar?
R- Pode até ser que algumas pessoas que usam a Internet tenham esse perfil, mas não necessariamente. Esse perfil se aplicaria apenas àquelas pessoas que usam a Internet em excesso, excluindo os relacionamentos reais e abdicando de suas outras atividades para ficar na Internet. Além disso não devemos esquecer que mesmo pessoas que NÃO USAM a Internet podem ter esse perfil aqui mencionado.

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Andreia do Flautim disse...

Gostei de ler as respostas e tenho a mesma opinião!

1:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home