ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

terça-feira, novembro 07, 2006

A escuridão do anonimato.


Na semana passada, coloquei aqui cinco textos, a arengar sobre um dos meus gostos musicais - o fado.
Já sabia, à partida, que não iria acolher a concordância de muitos dos meus amigos e amigas.
Assim, dos que aqui passaram, recolhi as opiniões mais diversas.
Há que não gosta, quem detesta, quem suporta e há quem gosta mesmo.
E houve também quem passou, espreitou e foi embora, porque o assunto não lhe interessou.
E é saudável que isto possa acontecer.
A unanimidade é sempre suspeita e traz,quase sempre, muita água no bico.
E isto de podermos dizer, de peito aberto, aquilo que pensamos, quer seja a favor ou seja contra o que os outros pensam, ou até não dizer nada, é um bem inestimável, a preservar a todo o custo. Sobretudo aqueles que, como eu, viveram um tempo em que tal não era possível, sabem que isso é vital.
Por isso não consigo entender como, não espaço tão livre como pode ser a blogosfera, ainda há por aí gente que se esconde na escuridão do anonimato, para conseguir a coragem necessária para afrontar os autores dos posts.
Acabo de verificar isso, mais uma vez, na casa de um dos amigos por onde costumo passar.
Uma tristeza!