ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

quinta-feira, abril 14, 2005

RESPONDENDO AO DESAFIO

Image hosted by Photobucket.com




A Mushu meteu-me em trabalhos. Envolveu-me na corrente "Ex-Libris da Tugosfera".
Há uma série de perguntas a responder, com toda a sinceridade, é claro e, depois nomear outras três pessoas, para prosseguir.
Vamos, então a isso!

Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro querias ser?

Seria, por exemplo, "Os Capitães da Areia" do Jorge Amado. Ou outro, ou outro. Sou capaz de ter diversos heterónimos.

Já algumas vezes ficaste apanhadinho(a) por uma personagem de ficção?

Na minha juventude sim: pelo Sandokan, "O Tigre da Malásia".

Qual o último livro que compraste ?

Comprei dois (tive de encomendar) do Mário-Henrique Leiria: "Contos do Gin-Tonic" e "Novos Contos do Gin". Quem passa pelo Peciscas já deve ter dado conta disso.

Qual o último livro que leste?

Eu, pecador me confesso. Até ao finzinho mesmo, o último foi "O ano da Morte de Ricardo Reis".
Porque ando sempre às voltas com uma série deles que vou lendo, conforme a disposição e o tempo.

Que livro estás a ler?

Conforme digo atrás, há por aí uns poucos. Os ditos cujos do Leiria. O "Código Da Vinci" que, como diz a Mushu, quase toda a gente leu (como vês não és a única). O "Cão como nós" do Manuel Alegre". O "Ensaio sobre a Lucidez" do Saramago. E, se calhar, não digo todos.

Que livros (5) levarias para uma ilha deserta?

"A Cidade e as Serras" do Eça (teria uma certa analogia com a situação). Um livro qualquer do Jorge Amado. A Poesia Completa do António Gedeão. Um manual de sobrevivência (amanhã vou ver se a fnac tem). E o grande "Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea" da Academia de Ciências de Lisboa, que, se a estada na ilha fosse muito prolongada, dava para ocupar uma eternidade de tempo.

A quem vais passar este testemunho (três pessoas) e porquê?

1 - À Ana porque é uma pessoa sensível e foi a primeira que me apareceu a dar boas-vindas, quando comecei a andar por aqui.
2 - Ao Armando Ésse, visitante assíduo deste espaço e com o qual tenho, já descobri, afinidades intlectuais.
3- À Malae, porque com o nick e com o nome do blog, me faz relembrar dois anos inesquecíveis que vivi em Timor.

e os vencedores são:

todos os que não puxam da pistola (como fazia o amigo do hitler) quando ouvem falar de cultura.