ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

segunda-feira, janeiro 17, 2005

SARILHOS DE FRALDAS

Veio-me à memória este título batido (como diria o Sérgio Godinho), a propósito do afã com que o ministro Bagão defende a redução do IVA para as fraldas descartáveis. Era o título de um filme piroso (os mais novos nunca terão ouvido falar) com duas vedetas do nacional-cançonetismo da época.
Invoca o ministro, designadamente, que não se conforma com o facto de os preservativos terem um imposto de 5% e as fraldas de 19%.
Vou, desde já dizer que não tenho nada contra, até porque não quero contra mim os pais dos bebés que as consomem com abundância. Mas, a minha mãezinha, se fosse viva, diria qualquer coisa como isto "No meu tempo, as fraldas eram de pano, lavavam-se à mão, o que era muito mais ecológico. Não só não se poluia a natureza, como se contribuia para evitar o abate das árvores". Mas. adiante.
O que eu digo é que se baixa o imposto das fraldas, porque é preciso cuidar da saúde das crianças, por que não baixam outros IVAS ? Por exemplo de gravações e instrumentos musicais, de certos medicamentos, de inúmeros produtos alimentares e por aí fora...
É que é preciso cuidar de outras saúdes ,incluindo a mental, que é, muitas vezes considerada como um bem menos precioso. Com os resultados que estão à vista...