ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

terça-feira, março 10, 2009

Afinal, não sou totalmente a favor da liberdade de expressão!

Há por aí cidadãos e cidadãs (mais dãos que dãs) que, talvez por falta de capacidades naturais para exprimirem, em discurso oral, opiniões, usam o tubo de escape dos seus veículos (automóvel, mota, moto-4, ...) para dizerem o que pensam do mundo e dos outros. E, para que não restem dúvidas sobre as suas convicções, fazem-no usando todo um potencial sonoro, que literalmente subjuga os nossos pobres tímpanos.

Julgo que há por aí umas leis que limitam o ruído desses veículos, mas, ao que parece, para as autoridades intervirem fazendo cumprir as regras, há que medir, em decibéis, a intensidade da poluição sonora. E, segundo tenho ouvido, não há, em quantidades suficientes, máquinas para realizar essa tarefa.
Por tudo isto, dei comigo a pensar que, afinal, eu não sou tanto a favor da liberdade de expressão como supunha...


Pelo menos, a que usa os escapes como aparelho fonador...

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Andreia do Flautim disse...

Aí também concordo contigo! às vezes vê-se cada um barulhento!

11:46 da manhã  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Tudo acontece porque a noção de vergonha e de respeito pelos outros se vai perdendo nestas sociedades individualizadas e egoístas.


Abraço

11:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home