ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Surrealismos

Ao que parece, há em Portugal, no politécnico e universitário, cerca de 5400 cursos.
Destes, 1742 não tinham inscrito nenhum aluno.
Mesmo sabendo que estes números irão diminuir um tanto, quando terminar a fase de transição do Processo de Bolonha, não podemos deixar de considerar esta situação como surrealista.
Muitos destes cursos foram criados para alimentarem negócios de instituições, públicas ou privadas, que tinham pouco a ver com as reais necessidades nacionais. E grande parte deles até foi criada durante o consulado governamental do actual PR.
Num país de "fracos recursos", terá algum sentido, inventarem-se cursos e mais cursos, para, ou formarem licenciados sem qualquer serventia ou ficarem muito simplesmente "às moscas"?
Não será tudo isto surreal e incompreensível?
Ou será que o burro sou eu?

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Professorinha disse...

No fundo o que o Sócrates quer é que todos tirem o curso como ele tirou: de forma duvidosa e fácil, de preferência...

Beijos

11:44 da tarde  
Blogger Andreia do Flautim disse...

O burro não és tu de certeza absoluta!

P.S. Esqueci-me de referir uma coisa no meu post de ontem sobre os telefonemas do Jaime, que algumas pessoas não perceberam. Aquilo passou-se num dia em que as chamadas entre clientes da minha operadora eram grátis. Felizmente os meus amigos são todos dessa operadora, por isso não gastámos um cêntimo! =)

11:56 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home