ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

terça-feira, novembro 08, 2005

MANIFESTO ELEITORAL



Conforme o prometido, PECISCAS vem divulgar, junto das portuguesas e portugueses e outros cidadãos do mundo da blogosfera, as linhas essenciais do seu compromisso eleitoral.
  1. Sobre a candente questão: eu não sou profissional da política, nem sou amador; faço uns biscates!
  2. Se for eleito, como espero, chibarei, na praça pública, denunciando os mentirosos, os falsos profetas, os que se governam à custa do pagode, os patos-bravos, as charlatães e espécies afins.
  3. Sobre o défice: preocupam-me muito mais outros défices, tais como da inteligência, da virilidade, da produtividade do meu clube favorito, do que o défice económico.
  4. Perante as querelas políticas, serei um moderador por natureza: organizarei combates de boxe,entre os políticos desavindos transmitidos em directo pelas televisões, porque, como se dizia dantes, "os problemas resolvem-se à chapada".
  5. Serei um moralizador: obrigarei os deputados que lêem o "Jornal O Crime" em pleno Parlamento, a passar para a leitura da "Maria" que é uma publicação mais decente e contribuirá para uma maior presença feminina naquela importante casa.
  6. Serei um exemplo: nas minhas viagens oficiais far-me-ei transportar no Fiat Uno do meu sogro, que está quase sempre parado, gasta pouco e não consegue ultrapassar os limites de velocidade legais.
  7. Serei um promotor da cooperação internacional e da presença lusitana no mundo: ocuparei uma parte significativa do meu mandato, a nevegar na net, charlando com os internautas das quatro partidas do globo.
  8. Incentivarei o orgulho da lusitanidade: promoverei tainadas abertas (para substituir as estafadas "presidências abertas") onde se cultivará o gostos pelos comeres e beberes da nossa pátria, tais como a feijoada à transmontana, os pezinhos de coentrada, o cozido à portuguesa, o bacalhau à Zá do Pipo e outras referências nacionais, assim como os tintos e os brancos do Alentejo, do Dão, do Douro, da Bairrada, do Minho, e por aí fora.
  9. Exercerei a magistratura de influência para que se promova um referendo decisivo a partir de um pergunta clara e objectiva "acha que os referendos servem para alguma coisa?".
  10. Finalmente, desde já aviso, que não gastarei todo o tempo da minha vida a tratar dos assuntos da Presidência, pois a vida são só dois dias e há mais coisas importantes a fazer, tais como apanhar sol, conversar com a gente amiga,ouvir música, fazer amor, passear o cão, dar a volta ao bilhar grande, chonar, ou, muito simplesmente não fazer mesmo nada, que, como se sabe, é uma actividade extremamente absorvente.

O próximo passo da minha candidatura, será a divulgação das minhas comissões de apoio, de honra, de mandatários, de propaganda, de segurança, ...

Por outro lado, lá mais para diante, aqui terei um diário de campanha (que pode não ser todos os dias) em que divulgarei iniciativas, opiniões ou contarei umas anedotas.

SE QUERES CONTINUAR A COMER PATANISCAS, APOIA O PECISCAS!