ESTA FIRMA FOI FUNDADA EM 31-12-2004.

segunda-feira, maio 09, 2005

BONIFICAÇÕES NOS EXAMES - aceitam-se mais sugestões!

Image hosted by TinyPic.com Segundo noticiam os jornais de hoje, os candidatos ao diploma dos colégios ingleses ou ao nível A, equivalente ao final do Secundário, terão direito a 2% de bonificação na nota do exame final se lhes tiver morrido o cão, o gato ou o peixe no dia da prova. Se tiver sido na véspera, ganham 1% extra.
E há outros casos previstos: uma alergia vale 2%, uma enxaqueca 1%, ter testemunhado um drama 3%...
Ora aqui está uma medida que desde já, sugiro que a nossa Ministra da Educação ponha rapidamente em prática. Se possível, com os desenvolvimentos adaptados ao caso português.
A saber :
  • derrota da equipa de que se é adepto na jornada anterior ao exame - 3% (5% se tiver sido com roubo da equipa de arbitragem);
  • fim do namoro na semana da prova - 2%;
  • ter sido obrigado a comer a sopa toda - 1% (2% se a mesma for de nabos);
  • calos nos pés 1% - ( 3% se os calos forem no mimimercado onde a família se abastece);
  • ter ouvido uma canção interpretada pelo Zé Cabra até ao fim - 5%;
  • ter sido beijado pela Lili Caneças 4% ( 7% se o beijo tiver sido na boca);
  • conseguir ver um filme de Manoel de Oliveira até ao fim,sem adormecer- 20% (salta pocinhas)
  • conseguir decifrar um discurso do Presidente da República Jorge Sampaio - 50% (Armando Ésse)
  • se o FCP ganhar o campeonato, para os adeptos comprovados do SLB e SCP - 30% (luna)
  • Se a matéria que sai para o exame for superior a 10 folhas - 2% (Starmoon)

Aceitam-se, dos visitantes deste blog, sugestões sobre outras peciscas a incluir na lei das bonificações a propor ao nosso Ministério. Serão acrescentadas à lista, com a menção do proponente)


Image hosted by TinyPic.com Nota importante- no caso português, as bonificações terão carácter cumulativo. Quer dizer que se o aluno tiver sido afectado por diversas situações que, no total, atinjam os 100%, apenas terá que assinar a prova, para garantir a nota máxima.

Pensamos que, deste modo, estará encontrado o segredo para acabar, definitivamente, com o insucesso escolar em Portugal.